LOCAL DO EVENTO

M-Novo-Portal.jpg
Rodovia GO 239, Km 8
(estrada Alto Paraíso - São Jorge)
Alto Paraíso de Goiás

PATROCÍNIO

G-Toca-do-Guara-2.jpg
AMMA-Ilumina-2019.jpg
patrocinadores-quadrado-drica.jpg
M-Pandavas.jpg
M-Pousada-Grande-Paz.jpg
M-Terraflor.jpg
M-PequiLimão.jpg
Biopora-Ilumina-M.jpg
DC-Pousada-dos-Guia.jpg
M-Casa-Verde.jpg
P-Senhorita.jpg
P-Cravo-e-Canela.jpg
Jardim De Juramidam.jpg
P-Jambalaya.jpg
P-Pousada-Inacia.jpg
P-Pousada-do-Sol.jpg
P-Sushi-Astral.jpg
P-Emporio-Santa-Maria.jpg
P-Alquimia.jpg
IBY-Ilumina.jpg
Restaurante-Moinho-Ilumina-2019.jpg
cafe-com-graca2-iluminna-2019.jpg

PARCEIRO

M-DomeBambu.jpg
M-OsheanicFestival.jpg

PARCEIROS DE MÍDIA

P-Rota-Veg.jpg
P-Dicas-da-Chapada.jpg
P-Virada-Zen.jpg

 © 2019 • Ilumina • Todos os direitos reservados   |   site: Gui Cavalcanti

áudio

   O Festival Ilumina reúne música, dança, meditações, vivências terapêuticas e workshops de aprofundamento, em Alto Paraíso de Goiás na Chapada dos Veadeiros, área de preservação do bioma Cerrado brasileiro.

   Festa vegana e consciente (sem uso de drogas, tabaco ou álcool).

   O propósito do Festival Ilumina é facilitar a ampliação da consciência individual, através do auto-conhecimento, da re-conexão com a natureza e do resgate de valores humanos elevados (sagrados, universais, ancestrais), trazendo aos participantes sentimentos transformadores de integração, paz, amor e alegria.

   Em 2019 será realizada a sua 7ª edição, com duração de três dias, de 5 a 7 de julho, no Novo Portal do Beija-flor (ampla área com lindo visual, vegetação nativa do cerrado, jardins naturais, cachoeira e piscina).

 

    A Chapada dos Veadeiros é um santuário natural! Faz parte da reserva mundial da Biosfera e da Área de Proteção Ambiental (APA) do Pouso Alto. É o berço de cristal que abriga as águas puras, a biodiversidade e a nova consciência planetária.

   O Cerrado é o segundo maior bioma da América do Sul, ocupando uma área de cerca de 22% do território nacional, onde encontram-se as nascentes das três maiores bacias hidrográficas da América do sul. Considerado como um dos hotspots mundiais de biodiversidade, o Cerrado apresenta extrema abundância de espécies endêmicas e sofre uma excepcional perda de habitat. O cerrado brasileiro é reconhecido como a savana mais rica do mundo. Mais de 220 espécies têm uso medicinal e mais 416 podem ser usadas na recuperação de solos degradados. Contudo, inúmeras espécies de plantas e animais correm risco de extinção. Depois da Mata Atlântica, o Cerrado é o bioma brasileiro que mais sofreu alterações com a ocupação humana. Com a crescente pressão para a abertura de novas áreas, visando incrementar a produção de carnes e grãos, tem havido um progressivo esgotamento dos recursos naturais da região. Fonte: MMA

newsletter