show santo de casa

Mariene de castro recebendo lia de itamaracá,

nicole Salmi e almério

1/1

Mariene apresenta o seu show 'Santo de Casa'  com participação de Lia de Itamaracá, Nicole Salmi e Almério. O show é um manifesto contra a intolerancia religiosa, cujo repertório resgata sambas clássicos da música brasileira, músicas que celebram também a diversidade religiosa e a cultura popular, além de canções autorais.
 

Mariene de Castro despontou no cenário musical brasileiro identificada como uma força da natureza. Roque Ferreira - seu conterrâneo e um dos
compositores preferidos da cantora - intuiu certa vez que Mariene nunca
subia ao palco sozinha: alguma força superior entrava com ela em cena e
impregnava sua música. Nascida em Salvador e radicada no Rio de Janeiro, a cantora consegue unir em seu repertório diferentes matizes do gênero, lançando luz em sambas de roda pouco conhecidos, além de dar nova roupagem a clássicos do ritmo.

Lia de Itamaracá 

Lia de Itamaracá, patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco, é sem dúvida a grande referência nacional quando o tema é a ciranda, seu nome atrelado a Ilha onde nasceu e vive, junto a cinco décadas de perseverança e resistência a transformaram em Ícone, com ressonânciasaté em âmbitos internacionais e fora até dos circuitos folclórico, regional ou de cultura popular. Lia, nos últimos dez anos, levou suas cirandas para todas as capitais do País e várias grandes cidades, sua ciranda encantou enésimas vezes em Teatros, Praças e Praias no País e na Europa.

Nicole Salmi

A cantora e compositora Nicole Salmi nasceu em São Paulo e faz música desde pequena.  Aos 12 anos, já com o violão, passou a compor e a se apresentar em saraus de compositores nos Estados Unidos e Nova Zelândia, países onde morou. Voltou ao Brasil e seguiu estudando música, especializando-se em canto lírico. Desde então tem feito diversos shows em países como Estados Unidos, Noruega, Suécia, Nova Zelândia, Índia e pelo Brasil.

Almério

Almério é natural de Altinho PE. Iniciou sua carreira cantando em bares de Caruaru e
atuando em peças teatrais também da cidade. O teatro contribuiu pra seu perfil de artista
performático.

 

Em 2004 conheceu a banda de pífanos Zé do Estado e propôs aos mesmos um projeto
juntos. Esse projeto foi tão bem aceito na cidade de Caruaru que rendeu shows nos
principais eventos locais como o Alternatividade em Caruaru, no palco principal do São
João de Caruaru, Semana Santa em Caruaru, além de apresentações em Fazenda Nova(PE), no Teatro Nova Jerusalém (o maior teatro ao ar livre do mundo), no Festival de Inverno de Garanhuns(PE), no Festival de Serra Negra(PE) (onde se apresentaram nomes como Cordel do fogo encantado e Gilberto Gil), em também em Recife(PE) na Universidade Rural de Pernambuco, em Santa Cruz do Capibaribe(PE) e em Petrolina(PE).


Em 2010 no São João de Caruaru participou do show “O MAIOR BAIÃO DO
MUNDO” que teve participações de peso como Zélia Duncan, Elza Soares, Paulinho Moska, Mariana Aydar, Arnaldo Antunes, Erisson Porto, Ortinho, Junio Barreto e Luiza Possi. Seu show no São João 2010 foi em homenagem a Janduhy Finizola grande compositor, poeta e escritor caruaruense, a quem Almério muito admira. Foi um dos destaques locais no evento Abril Pro Rock, este ano de 2015.

 

Recentemente, Almério foi o vencedor do Troféu Catavento 2014, da Rádio Cultura, do
mesmo grupo da TV Cultura , como Revelação Musical Masculina. Sua platéia é composta de músicos, poetas, escritores, jornalistas, intelectuais, atores, boêmios e pessoas sensíveis à boa música. Em 2015 Almério vence o prêmio Natura Musical na categoria lançamento de segundo CD. Realizou show em Caruaru no São João em 2016.
Participou, como ator-cantor, de temporada em São Paulo no musical GABRIELA – de João Falcão, em 2016. 
Realizou, junto com Juliano Holanda, a turnê Corre Campo, em cidades do agreste de Pernambuco, entre elas, Caruaru.

 

Lançou seu novo CD, o segundo de sua carreira, chamado DESEMPENA - com o
patrocínio do Natura Musical – em abril de 2017.
Realizou apresentações na Fundição Progresso (Rio de Janeiro), abrindo o show O Grande Encontro, de Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo.

 

Realizou show em Caruaru, durante a Semana Santa, no Pólo Silvino Macedo (Rua da Má
Fama).  Realizou show na casa de shows Baile Perfumado, em Recife, abrindo o show de Elza Soares, “A Mulher do fim do mundo”. Realizou apresentações do show DESEMPENA em São Paulo – SESC Santana.

 

Realizou apresentação no Rock In Rio 2017 – em show com Johnny Hooker e Liniker. Fez participação no show Segue o Baile, também no Rock In Rio 2017. Estreou o show Acaso Casa, junto com a cantora baiana Mariene de Castro – com direção de José Maurício Machline. Realizou apresentações do mesmo show no Rio de Janeiro e
São Paulo – com sucesso de público e de crítica.

 

Em 2018 realizou apresentações para o Porto Musical, Baile Eu Acho É Pouco, Carnaval do Recife e Carnaval de Olinda. Também fez o pocket show de encerramento da Rio Creative Conference – RIO2C, na Cidade das Artes (RJ) – além de show no SESC Belenzinho(SP), no Festival TOCA!Toda Canção(RJ), da abertura do show de retorno aos palcos do Cordel do Fogo Encantando e show no Teatro de Santa Isabel, em Recife/PE.
 

Apresentou show no São João de Caruaru 2018. Realizou turnê em Portugal, apresentando-se nas cidades de Lisboa e Porto, onde fez o show de abertura de O Grande Encontro (Alceu Valença, Elba Ramalho e Geraldo Azevedo), além de
Coimbra, onde se apresentou no Salão Brasil, e Amarante, onde apresentou show no Festival MIMO 2018.


Realizou apresentação no Festival SAI DA REDE CCBB, nas cidades de Brasília/DF, São
Paulo/SP, Rio de Janeiro/RJ e Belo Horizonte/MG.

 

Realizou a gravação do DVD DESEMPENA VIVO – a ser lançado em 2019, a ser lançado pela Biscoito Fino – além de se tornar especial do Canal Brasil.
Realizou a Gravação do CD ao vivo do show Acaso Casa, em parceria com a cantora Mariene
de Castro, a ser lançado em 2019 pela Biscoito Fino.
Foi ganhador do Prêmio da Música Brasileira 2018, na categoria Cantor Revelação
Petrobras – além de ser indicado neste mesmo prêmio também na categoria Melhor Cantor, junto com Chico César e Lulu Santos.


Participou com projeto Conexidade, na Praça XV, Centro do Rio de Janeiro, em show
conjunto com Zélia Duncan, Maria Gadu e Larissa Luz, com direção de Pretinho da
Serrinha.